quinta-feira, 4 de junho de 2009

Severino Cavalcanti



Esse, com certeza, foi um dos maiores figuras do cenário político Nacional!
Quem não se lembra desse carismático personagem, que virou sinônimo de ignorância para um país inteiro de tanto que os meios de comunicação martelaram essa idéia.

Antes de renunciar à presidência da Câmara dos Deputados, em 2005, o ex-deputado federal, pelo partido progressita (o mesmo de Maluf), Severino Cavalcanti foi alvejado por duro discurso do deputado Fernando Gabeira (PV-RJ). “A sua presença na Presidência da Câmara é um desastre para o Brasil e para a imagem do País. Ou Vossa Excelência começa a ficar calado, ou vamos iniciar um movimento para derrubá-lo”, atacou Gabeira, referindo-se à “maneira indigna” de condução dos trabalhos.



Esse tal movimento para depor Severino Cavalcanti que o Gabeira comentou, talvez tenha caido no gosto dos meios de comunição. Sua imagem foi amplamente atacado. Tanto é que, pouca gente conhecia Cavalcanti antes dessas constantes gafes.
Que aliás, não são poucas.

* "Que maravilha! Que maravilha! Eu só ouço aplausos. As vaias são para o governo."
- presidente da Câmara dos Deputados, ao ser vaiado no 1º de Maio de 2005, em São Paulo

* "Essa história de nepotismo é coisa para fracassados e derrotados que não souberam criar seus filhos."
- presidente da Câmara dos Deputados, ao defender a nomeação de seu filho, José Maurício, para um cargo federal em Pernambuco

* "Esse aqui é o dono do Brasil. Ele manda no Brasil."
- dirigindo-se a Lázaro Brandão, presidente do Bradesco, em reunião com empresários, em São Paulo

* "Eu daria zero para aqueles programas onde aparece mulher beijando mulher e homem beijando um homem. Não só novelas, mas programas de um modo geral. Mas aproveitam as novelas para apresentar esses temas que só fazem ferir a família brasileira."
- em abril de 2005, ao tornar público um projeto de lei de sua autoria

* "Sou um homem cristão e por isso tenho votos. Quando fui inquirido aqui pelos homossexuais, com o senhor Gabeira à frente, bateram palmas para mim”
- Severino Cavalcanti, então presidente da Câmara, ao polemizar no plenário com o deputado Fernando Gabeira, que pedia a sua saída do cargo, em setembro de 2005

Em uma de uas gafes mais clássicas,




(Severino Cavalcanti e seu imenso conhecimento sobre o trabalho da câmara)

As gafes não param por aí. EM uma dessas engraçadas entrevistas, cavalcanti afirmou que o estupro é “um acidente horrendo” e que “homem que faz o estupro devia ter a pena de morte”. Cavalcanti também se diz contra o aborto mesmo em caso de violência sexual.

“A vida pertence a Deus. Tenho vários exemplos de mulheres que são felizes com seus filhos, mesmo que tenha sido um acidente horrendo” Questionado se é a favor do uso do preservativo, o presidente saiu pela tangente. “Você está sendo muito indiscreto. Essa resposta não vou dar.”

Cavalcanti também afirmou que para casar “a mulher tem que ser virgem, pura. O homem, às vezes, quer aprender como faz o serviço” Para ele o que vale para o homem não vale para a parceira.

Para o presidente, “é evidente” que a vida sexual deveria começar só no casamento. “Eu era um homem puro. Casei com uma mulher que me serviu”. Questionado pela jornalista Danuza Leão se quis dizer que havia casado virgem, mais uma vez saiu pela tangente. “Mais ou menos. A mulher tem que ser virgem e pura”. Da mesma jornalista veio outra pergunta: a mulher tem direito de casar “mais ou menos” pura? A resposta foi clara. “Não. Acho que a mulher tem que ser virgem. Tem que ser pura”, repetiu.

6 comentários:

  1. Vergonha Alheia.

    ao ver o a entrevista de Severino, mais um figurassa, como disse Greg, que o povo tem de engolir.
    A camera dos deputados trabalha sim...o noticiario virou a comedia barata que assistimos tods os dia nos jornais.
    Eles trbalham muito, talvez seja por isso que nao ha educação pessoas são analfabetas, que ainda na modernidade pessoas passam fome, ha miséria, descaso e abandono a parte pobre da população. Muito bem seu Sverino!!

    ResponderEliminar
  2. Severino era fraco demais. Pelo menos toda a história do 'mensalinho' no final deu algum resultado, a renúncia dele.

    ResponderEliminar
  3. Ele pode te feito muita coisa ruim, mas convenhamos, quem quer passar pros filhos a imagem que o beijo entre homossexuais é algo tão normal assim? Mesmo heterossexuais, em público não é algo que todo mundo goste de ver, televisionar essas coisas num horário que crianças assistem TV?
    Agora, analfabeto seria alguém que escreve "camera dos deputados", "ainda na modernidade", e por ai vai.

    ResponderEliminar
  4. Eu também sou a favor do casamento só com mulheres puras... isso pra mim é imprescindível. Ainda mais hoje em dia em um mundo de mulheres frutas que caem do pé antes de estarem maduras!

    ResponderEliminar
  5. UHAuhauhauha

    Esse Cabelera fala de analfabetismo e me escreve "Camera dos Deputados"

    auhhuahuauhauhauhauhauhauhuhauha

    ResponderEliminar
  6. Difícil ta achar mulher pura hoje hehehe

    ResponderEliminar